Procedimentos

Seguem algumas informações e recomendações importantes para nossos clientes antes dos exames

Perguntas

Respostas


A alimentação interfere nos resultados de exames?
Habitualmente, é recomendado um período de jejum para a coleta de sangue para exames laboratoriais. Após as refeições, a circulação de certos elementos provenientes da alimentação pode interferir em algumas metodologias laboratoriais e prejudicar a realização do exame. Alguns exames sofrem influencia da dieta diária prévia à coleta, mesmo respeitando-se o período regulamentar de jejum, sendo exemplo bem conhecido a dosagem de triglicérides que apresenta variações importantes conforme a característica da dieta prévia.

Jejum muito prolongado altera resultados de exames?
Sim. Para glicemia o jejum máximo é de 14 horas. As Recomendações da Sociedade Brasileira de Patologia Clínica/Medicina Laboratorial (SBPC/ML) para coleta de sangue venoso orientam que devem ser evitadas coletas de sangue após períodos muito prolongados de jejum acima de 16 horas, de maneira geral.

Exames que pedem jejum têm de ser feitos sempre de manhã?
Classicamente, a melhor condição para coleta de sangue para realização de exames de rotina é o período da manhã, embora não exista contraindicação formal de coleta no período da tarde, salvo aqueles parâmetros que sofrem modificações significativas no decorrer do dia (exemplo: cortisol, TSH, etc.). Assim, obedecendo-se ao tempo estipulado de jejum, alguns exames podem ser colhidos à tarde. O horário em que foi realizada a coleta deve ser informado ao médico no laudo.

Água quebra jejum?
Não. A ingestão de pequena quantidade de água, no decorrer do jejum alimentar, não prejudica a realização de exames de sangue.

Como deve ser a alimentação para os resultados dos exames serem confiáveis?
Para alguns exames pode ser sugerida uma dieta especial, mas para a maioria, o indivíduo não deve alterar sua rotina alimentar, a menos que haja orientação médica. Apenas deve-se respeitar o período de jejum recomendado para os exames que irá realizar.

O que é dieta habitual?
É alimentar-se conforme seus hábitos do dia-a-dia, sem modificações. Para alguns exames meu médico diz que não é preciso jejum e pelas instruções do laboratório o jejum é necessário. Qual orientação seguir? Habitualmente, é recomendado um período de jejum para a coleta de sangue para exames laboratoriais. Para evitarem-se as interferências da dieta, o período de jejum para a coleta de exames laboratoriais de rotina, geralmente, é de 8 horas, podendo ser reduzido para 4 horas para a maioria dos exames. Porém, em situações de urgência, o médico pode solicitar a realização de exames sem o jejum.

O uso de bebida alcoólica pode interferir nos resultados de exames?
Mesmo o consumo esporádico de etanol, álcool encontrado nas bebidas, pode causar alterações significativas e quase imediatas na concentração plasmática de alguns metabólitos, por exemplo, glicose, ácido láctico e triglicérides. O uso crônico é responsável pela elevação da atividade da gama glutamiltransferase (GGT), entre outras alterações importantes.

A ingestão de café é permitida antes da coleta?
Não. A cafeína pode induzir a liberação de adrenalina, que, por sua vez, estimula pequena elevação da glicose e outros elementos no sangue.

O fumo é permitido antes da coleta?
Não. O fumo pode elevar a concentração de substâncias como adrenalina, aldosterona, cortisol e antígeno carcinoembrionário. O tabagismo também é causa de elevação na concentração de hemoglobina, no número de leucócitos e de hemácias e no volume corpuscular médio. E ainda, o fumo causa redução na concentração de HDL-colesterol.

O paciente deve suspender os medicamentos antes da coleta de sangue?
Não. A suspensão de medicamentos somente pode ser autorizada pelo médico assistente e seu uso deve ser mantido conforme orientação do mesmo. Alguns exames são realizados exatamente para avaliar o efeito do uso do medicamento. Para drogas de monitorização terapêutica, cuja coleta de sangue é sugerida imediatamente antes da próxima dose, é conveniente o paciente trazer consigo o medicamento em uso, para evitar ultrapassar o horário programado para a medicação.

Remédios interferem em exames laboratoriais?
Alguns, sim. Podem causar variações nos resultados de exames laboratoriais, seja pelo próprio efeito fisiológico, in vivo, seja por interferência analítica, in vitro. Dentre os efeitos fisiológicos, devem ser citadas a indução e a inibição enzimáticas, a competição metabólica e a ação farmacológica. Dos efeitos analíticos são importantes a possibilidade de ligação preferencial às proteínas e eventuais reações cruzadas. Portanto, informe os remédios que esteja tomando ao atendente antes do exame, inclusive vitaminas, fitoterápicos e medicações não prescritas por médicos. A suspensão de medicamentos para realização de exames deve ser autorizada e orientada pelo seu médico. Se a interrupção não for possível, esse dado deverá ser considerado na avaliação do resultado.

Posso fazer exames após ter realizado exercícios físicos?
O efeito da atividade física sobre alguns componentes do sangue, em geral, é transitório e depende das variações nas necessidades energéticas do metabolismo e da eventual modificação fisiológica que a própria atividade física condiciona. Esta é a razão pela qual se prefere a coleta de amostras com o paciente em condições basais, mais facilmente reprodutíveis e padronizáveis. O esforço físico pode causar aumento da atividade sérica de algumas enzimas, como a creatinoquinase, a aldolase e a aspartatoaminotransferase. Esse aumento pode persistir por 12 a 24 horas após a realização de um exercício.

Após uma coleta de sangue de rotina, qual o intervalo de tempo recomendado para iniciar a prática de um exercício físico ou retorno às atividades habituais?
A coleta de sangue não é procedimento impeditivo para a prática de exercício físico. Cada caso deve ser avaliado individualmente, ficando a decisão final para o próprio paciente conforme orientação médica. A ingestão de alimento é necessária para encerrar o estado de jejum, antes da prática esportiva.

Mulher menstruada pode fazer exame de sangue?
Sim. Porém é importante que o médico saiba em que período do ciclo menstrual seu exame foi realizado, especialmente para dosagens hormonais. Mesmo porque as alterações hormonais típicas do ciclo menstrual também podem ser acompanhadas de variações em outras substâncias.

Pode-se fazer exame de sangue com gripe, resfriado ou febre?
Alguns exames são solicitados exatamente porque a pessoa está com febre, para identificar sua causa. Porém, em algumas circunstâncias, a doença responsável pela febre pode interferir nos exames destinados a avaliar aspectos metabólicos e imunológicos. Consulte o seu médico ou o laboratório antes de fazer o exame.

Por que quando se tira sangue, às vezes o local fica roxo?
A formação de hematoma é uma situação comum após punção de artérias e veias. O hematoma origina-se do extravasamento do sangue para o tecido sob a pele, durante ou após a punção. Caso a formação do hematoma seja identificada durante a punção deve-se fazer compressão local durante pelo menos dois minutos. Compressas frias podem ser utilizadas por 24 horas para auxiliar a reduzir a dor local e a progressão do hematoma. O procedimento de dobrar o braço após a retirada da agulha e/ou carregar objetos relativamente pesados logo após a coleta, contribuem sobremaneira para a formação do hematoma mesmo após uma coleta de sangue bem sucedida.

Amostra de urina para exame laboratorial pode ser colhida em casa?
Idealmente os exames de urina deveriam ser colhidos no laboratório, mas é permitida a coleta em casa, desde que sejam seguidas as orientações quanto aos cuidados de assepsia, coleta, transporte e armazenamento. As uroculturas devem ser colhidas, preferencialmente, no laboratório.

Por que devemos desprezar o primeiro jato de urina quando vamos fazer o exame urina rotina?
O primeiro jato urinário transporta células e secreções presentes na uretra. Na investigação de infecção urinária é importante que o material não esteja contaminado com resíduos uretrais.

Menstruação, cremes e óvulos vaginais interferem no exame de urina?
Sim. O ideal é fazer o exame fora do período menstrual, contudo, nos casos de urgência a urina pode ser colhida tomando-se cuidado com a assepsia para tentar evitar que o sangue menstrual se misture à urina. O mesmo é válido para cremes e óvulos, devendo-se adiar a coleta por 48 horas ou no caso de urgência fazer assepsia rigorosa, eliminando resíduos dos produtos.

O exame de urina tem que ser colhido na primeira urina da manhã?
Algumas características da urina modificam-se ao longo do dia, em razão do jejum, do tipo de dieta, da atividade física e do uso de medicamentos, por isso, geralmente recomenda-se a primeira urina da manhã e deve-se seguir a orientação médica. Na ausência desta solicitação, amostras ao acaso podem ser colhidas em qualquer período do dia, desde que haja no mínimo 4 horas de retenção urinária.

O uso de bebidas alcoólicas pode interferir na pesquisa de sangue oculto nas fezes?
Sim. O álcool é um irritante gástrico e sua ingestão em grande quantidade pode provocar sangramento no estômago. Deve-se evitar a ingestão de bebida alcoólica nos três dias que antecedem o exame.

É necessário fazer dieta especial para a pesquisa de sangue oculto nas fezes?
Não. Os testes atuais não sofrem interferência da dieta. Entretanto, recomenda-se evitar bebida alcoólica, uso de laxantes, contraste oral e alguns medicamentos como aspirina, corticóides e anti-inflamatórios nos três dias que antecedem o exame. Aguardar 48 horas após sangramentos hemorroidários e menstruais terem cessado.

Exame para PSA TOTAL
30 dias antes não realizar BIÓPSIA de próstata;
30 dias antes não realizar MASSAGEM PROSTÁTICA;
15 dias antes não realizar COLONOSCOPIA ou RETROSSIGMOIDOSCOPIA;
7 dias antes não realizar ULTRASSONOGRAFIA trans-retal;
5 dias antes não realizar CITOSCOPIA;
2 dias antes não manter relações sexuais ou masturbação;
2 dias antes não praticar exercícios de bicicleta, motocicleta, equitação ou esforço físico.
Jejum da manha.

Exame de cultura de urina
Lavar as mãos com água e sabão para retirar a tampa do frasco; a parte interna da tampa deve ficar para cima em local limpo. Homens: lavar o pênis com água é sabão e depois enxaguá-lo. Mulheres: lavar a região genital com água e sabão e depois enxaguar bem. Afastar os grandes lábios com uma das mãos segurando o frasco com a outra. Urinar em jato desprezando o início da urina, e sem parar de urinar, posicionar o frasco e coletar parte da micção.
Tampar o frasco, identificá-lo e enviá-lo imediatamente ao laboratório mantendo-o refrigerado num recipiente com água e gelo

Exame de urina de 24h
Após acordar, preferencialmente por volta das 7h, desprezar toda a primeira urina do dia. Depois começar a coletar em frascos plásticos, todo o volume de todas as micções do dia, da noite e da madrugada inclusive a primeira da manhã do dia seguinte.
Importante: usar frasco de água mineral; conservá-lo fechado e refrigerado durante todo o período de coleta (24h); enviá-lo ao laboratório o mais rápido possível.

Cultura de sêmen (espermocultura)
Antes da coleta, lavar o pênis com água e sabão e enxaguar bem. A coleta do sêmen deve ser feita por masturbação, sem o uso de saliva ou qualquer outro tipo de lubrificante. O material deve ser coletado em frasco estéril. Tampar bem o frasco.

Exame de escarro
Após acordar, remover próteses dentárias caso as use e assoar o nariz eliminando, assim, o material de drenagem nasal que estiver presente. Não escovar os dentes, apenas lavar a boca com bastante água. Não usar anticépticos bucais. Respirar fundo de oito a dez vezes e tossir profundamente. Colher o escarro assim obtido para o frasco fornecido pelo laboratório ou adquirido em farmácia.

Exame de pesquisa de BAAR
Enviar o escarro imediatamente ou refrigerá-lo até que possa ser entregue ao laboratório.

Exame de cultura de BAAR
Coletar pela manhã três amostras em frascos separados identificando-os com a ordem de coleta.

Exame de fezes
Para colher fezes, a pessoa precisa estar em jejum?
Não, recomenda-se a coleta em casa, em frasco apropriado, sem contaminação com urina. Não utilizar fezes do vaso sanitário.

Exame parasitológico de MIF
De posse de um frasco próprio adquirido em farmácia, coletar pequena amostra de fezes em três evacuações seguidas ou em três dias consecutivos.

Pesquisa de sangue oculto
O exame não deverá ser realizado em período menstrual ou se houver sangramentos devido à hemorroidas. Respeitar dieta alimentar quatro dias antes da coleta das fezes: não ingerir carnes vermelhas, rabanetes, nabo, couve-flor, brócolis e beterraba. Não consumir bebidas alcoólicas. Medicamentos que podem causar resultados alterados devem ser suspensos dois dias antes ou a critério médico: aspirina, antiinflamatórios, anticoagulantes, colchicina, reserpina, vitamina c, iodo, sulfato ferroso e contraste radiológico.